ITINERÂNCIAS NO ENSINO REMOTO: NARRATIVAS DE PROFESSORAS-PRATICANTES

Josy Lúcia Gonçalves, Clera de Faria Barbosa Cunha, Vilmara Lúcia Rodrigues Teixeira

Resumo


Refletir sobre a prática profissional dos professores diante do ensino remoto como medida de segurança adotada durante a Pandemia de Covd-19 é o objetivo deste texto. Para isso, toma-se como base as concepções sobre a “epistemologia das práticas profissional”, de Tardif (2000), com o propósito de sustentar que para a prática docente, o “saber fazer” requer adaptações não só à realidade social e escolar, mas adaptações em tempos de crise. O relato de experiência foi a metodologia escolhida para trazer à tona as itinerâncias das autoras, professoras e gestora na educação básica, demonstrando a necessidade de repensar e recriar suas metodologias de trabalho diante da crise sanitária instaurado no Brasil a partir de março de 2020. Após análise dos dados levantados pela experiência numa escola pública, observa-se que além da tecnologia, a integração dos professores e novos olhares sobre as práticas tradicionais formam determinantes para evitar grandes perdas para os estudantes.


Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, A. Ofício de mestre. Imagens e Autoimagens. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

BARBOSA, Claudia, LUZ Laíze Lantyer. Covidiário: cenários e lições pandêmicas. In: HIRSCH, Fábio Periandro de Almeida (Org.). Covid-19 e o direito na Bahia: estudos da comunidade da UNEB em homenagem à memória de Ruivaldo Macedo Costa. Direito Levado a Sério: Salvador, 2020. p. 170- 174. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2021.

BAUMAN, Zygmunt. Tempos líquidos. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular- BNCC. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP nº. 9/2020 - Reexame do Parecer CNE/CP nº 5/2020, que tratou da reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília: CNE, 2020. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2021.

CAMARGO, Fausto; DAROS, Thuinie. A sala de aula inovadora: Estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso Editora, 2018.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guaracira Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Campinas: Papirus, 2007.

MORAN, José Manuel; MASETO. Marcos T; BEHRENS. Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2013.

NÒVOA, Antônio. Professores: imagem do futuro presente. Educa: Lisboa, 2009

SANTOS, Marisilvia dos; SCARABOTTO, Suelen do Carmo dos Anjos; MATOS, Elizete Lucia Moreira. Imigrantes e nativos digitais: um dilema ou desafio da educação? In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (EDUCERE), 10. 2011. Anais... Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2011. Disponível em: . Acesso em 14 abr. 2021

SARAMAGO, José. Ensaio sobre a cegueira. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: Elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Jan-Abr, nº 13 (3): 5-24, 2000.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Anuário Brasileiro da Educação Moderna. Moderna, 2020.

TOLEDO, Renata Ferraz de; JACOBI, Pedro Roberto. Pesquisa-ação e Educação: Compartilhando princípios na construção de conhecimentos e no fortalecimento comunitário para o enfrentamento de problemas. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 34, n. 122, p. 155-173, jan.-mar. 2013. Disponível em: . Acesso em: 15 fev.2021.

VALERY, Gabriel. Brasil lidera mortes por covi-q9 em 2021. Total de vítimas se aproxima de 490 mil. 2021. Disponível em:. Acesso em: 18 jun. 2021.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição  4.0 Internacional.