Quem conhece, aprova? Uma análise das peças publicitárias do "novo" ensino médio

João Verani Protasio

Resumo


Considerando o peso da mídia na dinâmica da sociedade brasileira contemporânea e as propostas pelo governo Temer para reformar o Ensino Médio no país como tendo impacto direto na vida de jovens e profissionais de educação, esse artigo tem como objeto as peças publicitárias do “Novo” Ensino Médio. Busca analisar a produção de sentidos sobre a reforma e os mecanismos de construção do consenso mobilizados. Sete vídeos transmitidos pela televisão e divulgados na página do Ministério da Educação (MEC) no Youtube entre 2016 e 2017 são analisados à luz das contribuições de Bourdieu, Pinto, Frigotto, Ramos, Ferreti e Silva. Parte-se do suposto que a proposta de mudanças nesse segmento da educação básica incorpora antigas reformas e discursos, articulando-se a conjuntura política de regressão dos direitos sociais e de acirramento das desigualdades sociais e educacionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com