Educação Libertadora: o papel das escolas nas comunidades quilombolas

Giulia Rodrigues Augusto, Isadora Pereira Sá Rodrigues, Isis Paiva de Marins, Laísa Maressa Ferreira dos Santos

Resumo


A educação é uma arma libertadora que nos dá o conhecimento do mundo, portanto ela se torna o centro da questão nas escolas quilombolas proporcionando um ensino de qualidade, conquistado pela resistência e reconhecimento de seu povo, fazendo com que possam lutar pelos seus direitos. Desta forma, não podemos deixar de lado os aspectos culturais que moldam essa sociedade, mostrando a importância dessa cultura em um ensino diferenciado. No presente artigo, apresentaremos as experiências realizadas pelos alunos/pesquisadores do IFRJ, campus Engenheiro Paulo de Frontin, a partir de uma pesquisa de campo no Quilombo São José da Serra, realizada com objetivo de conhecer uma cultura tão perto, mas tão longe de nós. Por conseguinte, buscamos relatar nossas experiências, apoiando-nos em leis e dados relacionados à educação escolar quilombola, bem como em autores e pesquisadores que permitem analisar a educação de modo objetivo. Concluímos a importância da educação escolar quilombola como uma das formas que os remanescentes possuem de compartilhar e perpetuar seus estilos de vida e seus conhecimentos, e de formar indivíduos conscientes de sua realidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com