CPII celebra 183 anos de fundação

 

O Colégio Pedro II completa 183 anos no dia 2 de dezembro. Neste ano, a pandemia de Covid-19 nos impossibilita de comemorar a data com a comunidade escolar, como de costume. Mas para celebrar mais um ano de nossa instituição, compartilhamos algumas ações comemorativas.

 

O reitor Oscar Halac destacou algumas das características que distinguem o CPII e convidou a comunidade escolar a celebrar mais um ano da instituição. “O Colégio Pedro II é muito antigo e tradicional, mas não é anacrônico, longe disso. É moderno, pulsante e engajado na missão de formar cidadãos e cidadãs conscientes e críticos para o desenvolvimento tecnológico e social deste país. Sua história é a história deste país, suas lutas e seus anseios, suas vitórias e suas derrotas. Mas principalmente é a história da resistência do bom ensino público, laico e justo. Neste 2 de dezembro, ressalto a importância de ratificarmos juntos, todos juntos, a nossa missão e a nossa luta de preservação dos direitos individuais e da liberdade em todos os seus aspectos. Bom aniversário, Colégio Pedro II”.

 

PLAYLIST CPII 183 ANOS

Enquanto não podemos estar juntos novamente, que tal rever os melhores momentos das comemorações anteriores dos aniversários do CPII? Nessa playlist especial, você confere os depoimentos do Alunos Eminentes e da Professora Emérita de 2020, dos Alunos Pena de Ouro de 2019, além de diversos vídeos das celebrações dos 178 aos 182 anos do CPII. Também temos um vídeo especial produzido pelos professores do Departamento de Educação Musical, onde eles cantam e tocam o Hino dos Alunos do Colégio Pedro II. Para produzi-lo, docentes das equipes de Educação Musical dos diversos campi gravaram sua participação em sua própria casa, executando parte do Hino dos Alunos do Colégio Pedro II em seu instrumento ou cantando seus versos. O resultado é um belo e emocionante mosaico sonoro.

 

HOMENAGENS

Todo ano, o CPII homenageia seus ex-alunos com a entrega de dois títulos honoríficos muito importantes: Aluno Eminente e Aluno Pena de Ouro. Neste ano, a instituição também celebra a trajetória da professora Cláudia Benvenuto, concedendo a ela o título de Professora Emérita. A cerimônia conjunta não pôde ser realizada, mas você vai conhecer um pouco dos nossos homenageados em dois vídeos muito especiais.

 

 

Alunos Eminentes

Iniciada em 1982, a premiação do Aluno Eminente já homenageou 152 estudantes que passaram pelo Colégio Pedro II e obtiveram destaque por sua atuação na vida pública e profissional. Juristas, professores, escritores, jornalistas, médicos, artistas, engenheiros e profissionais de muitas outras categorias foram homenageados.

 

Neste ano, os homenageados são: o nadador Leonardo Santos; os professores Antonio Fernando Rodrigues e Clécio Quesado e a professora, cineasta, pesquisadora e poeta Hilda Machado falecida em 2007.

 


VÍDEO: ASSISTA OS DEPOIMENTOS DOS ALUNOS EMINENTES 
E DA PROFESSORA EMÉRITA DE 2020

 

Saiba mais sobre os homenageados:

 

Antonio Fernando Rodrigues

Antonio Fernando Rodrigues estudou no Colégio Pedro II de 1954 a 1957, no Campus Centro. De lá, ingressou na UERJ para cursar bacharelado e licenciatura em Química, cursos concluídos em 1961 e 1962. De estudante tornou-se docente do Departamento de Química Geral e Inorgânica da UERJ, ocupando os cargos de chefe de departamento, vice-diretor e diretor do Instituto de Química, diretor o Centro de Tecnologia e Ciências e Sub-reitor de Graduação, além de sua efetiva participação nos Conselhos Superiores da UERJ. Em 1965, foi aprovado no concurso para adjunto de catedrático do Colégio Militar do Rio de Janeiro, onde atuou com destaque em diversas atividades, recebendo em 1980 a medalha Marechal Trompowski. Em 1983, representando a Uerj e o Colégio Militar, concluiu o ciclo de extensão da Escola Superior de Guerra.

 

Antonio Fernando participou da criação do Curso de Química da Faculdade de Humanidades Pedro II, além de, junto com um grupo de docentes do Colégio de Aplicação da Uerj, criar o Colégio CINCO e a Escola Porto Seguro onde exerceu a direção destes estabelecimentos. Em 2004 recebeu do Conselho Regional de Química a premiação “Retorta de Ouro”, conferida a profissionais que se destacam no exercício da Química no âmbito do nosso Estado.

 

José Clécio Quesado

José Clécio Quesado foi aluno do CPII entre 1962 e 1964 e estudou no antigo Internato (atual Campus São Cristóvão). Nascido na cidade de Missão Velha, no interior do Ceará, o filho de um sapateiro e de uma dona de casa chegou ao pós-doutorado na área em que dedicou toda a sua vida acadêmica: a literatura portuguesa, em especial, os estudos sobre Fernando Pessoa. Graduou-se em Língua e Literaturas Portuguesa e Brasileira pela UFRJ, em 1968. Possui mestrado e doutorado em Letras Vernáculas pela UFRJ e pós-doutorado em Literatura Portuguesa, em Portugal. Por 46 anos foi professor da Faculdade de Letras/UFRJ, assumindo o cargo três meses após concluir sua graduação, em 1969.

 

Em 2016, Clécio Quesado recebeu a mais alta honraria da UFRJ, a medalha Minerva de Honra ao Mérito Acadêmico após sua aposentadoria compulsória como docente da Faculdade de Letras. Seus três filhos e um de seus netos foram ex-alunos do CPII. Sua filha, Mirna Quesado é professora de Biologia do CPII (Campus Centro).

 

 

Hilda Machado (in memoriam)

Hilda Machado estudou na Seção Tijuca (atual Campus Tijuca II) do CPII entre 1963 e 1966. Professora, cineasta, pesquisadora, repórter, militante, historiadora e poeta, Hilda fez mestrado em Artes pela Universidade de São Paulo (1987) e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e atuou como professora adjunta da UFF até o ano de seu falecimento (2007), trabalhando na área de pesquisa e realização cinematográficas. Como professora da UFF, Hilda apostava em uma didática anticonvencional: suas aulas aconteciam em bibliotecas, museus, centros culturais ou mesmo em sua casa, nos passeios pelas ruas do centro do Rio ou nos bares da cidade. Sua relação com alunos e orientando quase sempre se convertia em amizade. Em 1987 recebeu o prêmio de melhor direção nos festivais de cinema de Gramado, Recife e Rio de Janeiro pelo curta-metragem “Joílson marcou”.

 

Hilda publicou inúmeros artigos e ensaios sobre cinema. Enquanto poeta, seus textos começaram a circular mais recentemente em publicações impressas e na internet. Em 2019, seu livro póstumo Nuvens, lançado em 2018, recebeu o Prêmio Jabuti na Categoria Poesia.

 

Leonardo Coelho Santos

Leonardo Coelhos Santos estudou no Campus São Cristóvão de 2000 a 2013. Foi representando o CPII e o estado do Rio de Janeiro nas olimpíadas escolares, que o nadador conquistou sua primeira vaga para a seleção brasileira, ao estabelecer um novo recorde brasileiro na prova dos 200 metros medley, durante os Jogos Escolares Brasileiro (JEBS). Leonardo já representou o Vasco da Gama, Botafogo e hoje o Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo. Em 2018, foi campeão mundial de piscina curta e quebrou o recorde mundial do revezamento 4x200 metros livre, na prova realizada em Hangzhou, na China. Em 2019, conquistou a medalha de prata nos 400 medley e bronze nos 200 medley, durante os Jogos Pan-americanos de Lima, no Peru. Também conquistou três medalhas nos Jogos Mundiais Militares, na China.

 

Em 2020, durante a Liga Internacional de Natação, realizada na Hungria, Leonardo venceu a prova dos 200 metros medley e bateu o recorde sul-americano na prova em piscina curta (25m). Atualmente Leonardo se prepara para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiado em 2020, devido a pandemia de Covid-19.

 

Os Alunos Eminentes são escolhidos pelo Conselho Superior (Consup) do CPII. Entre os meses de outubro e novembro, o conselho recebe sugestões de nomes de ex-alunos, que, posteriormente, são avaliados. As indicações devem ser feitas enviando um currículo de apresentação do candidato para o email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

Professora Emérita

Neste ano, o CPII concedeu o título de Professora Emérita à professora aposentada Cláudia Benvenuto. Sua trajetória no CPII acompanhou a criação das unidades voltadas para os anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano), os Pedrinhos. Cláudia ingressou como professora do CPII em 1984, no primeiro concurso para docentes do 1º segmento do ensino fundamental.

 

Formada em Pedagogia, com especialização em Educação Infantil e Série Iniciais e mestrado em Avaliação, Cláudia atuou como coordenadora pedagógica (1984) e, entre 1985 e 1991, como chefe de departamento do 1º Segmento participando ativamente da implementação da proposta metodológica e pedagógica dos Pedrinhos. Nesse período, além da unidade São Cristóvão I outras três unidades foram inauguradas: Humaitá I (1985), Engenho Novo I (1986) e Tijuca I (1987). Foi subsecretária de Planejamento da Secretaria de Ensino em 1994.

 

De 1995 até se aposentar em 2016, atuou no Campus Humaitá I como professora do Laboratório de Ciências e, no último ano, do Napne. No aniversário de 25 anos do Campus Humaitá I, em 2010, Cláudia foi homenageada durante a inauguração de um auditório que recebeu seu nome.

 

Aluno Pena de Ouro

O título de Aluno Pena de Ouro foi criado entre as décadas de 1930 e 1940 pelo Grêmio Científico e Literário do CPII, na época presidido pelo aluno Wilson Choeri. O objetivo era homenagear os estudantes que se destacaram por sua produção literária. Com o fim do grêmio, a homenagem perdeu sua continuidade e só foi retomada em 1998, também por Wilson Choeri, que à época era diretor-geral do CPII. Desde então, a solenidade de entrega da Pena de Ouro faz parte das cerimônias oficiais da instituição e ganhou um novo caráter: homenagear o(a) estudante que concluiu o ensino médio com maior média geral. A pena entregue aos estudantes é uma réplica da pena com a qual a Princesa Isabel, filha de Dom Pedro II, assinou a Lei Áurea, em 1888.

 

 

Os(As) Alunos(as) Pena de Ouro de 2019 são:

 

Ensino Médio Regular:

Amanda Teixeira (Campus São Cristóvão III)(Campus Tijuca II)

André Quintarelli (Campus Duque de Caxias)

Carolina Naiff (Campus Humaitá II)

Emanuele dos Santos (Campus Engenho Novo II)

Gustavo Gonçalves (Campus Centro)

Mariana de Andrade (Campus Tijuca II)

Matheus Coutinho (Campus Realengo II)

Paulo Henrique Costa (Campus Niterói)

 

Ensino Médio Integrado:

Isabelle Ximenes (Curso Técnico em Instrumento Musical – Campus Realengo II)

 

Proeja:

Suellen Ramalheda (Curso Técnico em Administração – Campus Realengo II)

 


VÍDEO: CONFIRA OS DEPOIMENTOS DOS ALUNOS PENA DE OURO DE 2019

 

 

 

Assessoria de Comunicação Social

 

Acessos Hoje:11449  Total Acessos:24479396