ESPORTES DE AVENTURA E MÍDIA AO LONGO DO TEMPO

Marcelo Faria Porretti, Felipe da Silva Triani, Monique Ribeiro de Assis

Resumo


Como objetivo buscamos compreender as influências da mídia nos esportes de aventura, construindo uma linha do tempo. Adotou-se pesquisa bibliográfica e documental em metodologia qualitativa. Nos resultados apresentamos uma linha do tempo, de maneira cronológica e linear, descrevendo os processos de conformação da aventura a partir das contribuições da mídia e paralelamente as discussões no campo acadêmico da Educação Física. Concluímos na esperança de ter colaborado para as discussões no contexto brasileiro, apontando influência da mídia até mesmo na chegada à Base Nacional Comum Curricular.

Palavras-chave


Mídia Televisiva; Atividades Esportivas; Riscos; BNCC; Currículo.

Texto completo:

PDF

Referências


BETTI, M. Esporte, televisão e espetáculo: o caso da TV a cabo. Conexões, Campinas, v. 1, n. 3, p. 74-91, 1999.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Secretaria da Educação Básica. 2018.

BRUHNS, H. T. A busca pela natureza: turismo de aventura. Barueri, SP: Manole, 2009.

CANAL OFF. 70 e Tal: Arpoador. Disponível em: Acesso 11 jun. 2020.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HÓQUEI E PATINAÇÃO (CBHP). História da Patinação Artística. Disponível em: Acesso 26 de maio, 2021.

COSTA, V. L. M. Esportes de aventura e risco na montanha: um mergulho no imaginário. São Paulo: Manole, 2000.

DIAS, C. A. G. A mundialização e os esportes na Natureza. Conexões, Campinas, v. 6, n. 1, p. 54-66, 2008.

ESPORTE ESPETACULAR. TV Globo 1973. Disponível em: Acesso 26 maio 2021.

GLOBO ESPORTE. Memória Globo. Disponível em: Acesso 10 de maio de 2021.

HERNANDES, N. A mídia e seus truques: o que jornal, revista, tv, rádio, e internet fazem para captar e manter a atenção do público. São Paulo: Contexto, 2017.

INÁCIO, H. L. D. et al. Práticas Corporais de Aventura [Na Natureza] Na Educação Física Escolar: uma experiência em escolas da rede municipal de Goiânia. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE), VI Congresso Internacional de Ciências do Esporte (CONICE), Vitória, Brasil, 2015.

JAMBEIRO, O. A TV no Brasil do século XX. EDUFBA. Salvador: 2002.

LEVER, J. WHEELER, S. Mass Media and the Experience of Sport. SAGE Social Science Collections, Estados Unidos, V. 20, N. 1, 125-143, 1993.

LUCENA, W. M. História do Montanhismo no Rio de Janeiro: dos primórdios aos anos 1940. Rio de Janeiro: S.N., 2006.

MARCHI, K. B. Do SURF AO TOW-IN: do processo civilizador à sociedade de risco. 2017. 175 f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2017.

PEREIRA, D. W.; ARMBRUST, I. Pedagogia da Aventura: os esportes radicais, de aventura e de ação na escola. 1 ed. Jundiaí-SP: Fontoura, 2010.

PEREIRA, D. W. Pedagogia da Aventura na Escola: Proposições para a base nacional comum curricular. Várzea Paulista, SP: Fontoura, 2019.

PEREIRA, D. W. Vertigem nos Jogos Olímpicos: a aventura em questão. Rebescolar. São Paulo: jul. 2020.

PORRETTI, M. F.; OSBORNE, R.; DEVIDE, F. Inovações curriculares para a educação física escolar. In: OSBORNE; R.; SILVA; C. A. F.; SANTOS, R. F. 1ªed. Complexidade da educação física escolar: questões atuais e desafios para o futuro. Rio de Janeiro: Lamparina, FAPERJ, 2013, p.140-157.

PORRETTI, M. F. et al. Sentidos que o esporte de aventura pode alcançar na mídia: o Canal OFF e suas pílulas. Temática, v. 07, p. 155-171, 2020.

ROWE, D. Chapter 1: Understanding Sport and Media: a socio-historical approach [Online]. In: Sport, culture and the media: the unruly Trinity. Maidenhead: Open University Press, 2004. p. 11-36. Disponível em:

SCHWARTZ, G. M. Aventuras na Natureza: consolidando significados. Jundiaí/SP: Fontoura, 2006.

THOMAS, J.; NELSON, J. K.; SILVERMAN, S. Métodos de Pesquisa em Atividade Física. São Paulo: ARTMED, 2012.

UVINHA, R. R. Juventude, lazer e esportes radicais. 1. ed. São Paulo: Manole, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/tefe.v6i3.3419

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-5916

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.