INTERDISCIPLINARIDADE NO CURRÍCULO ESCOLAR: O ENSINO DA MATEMÁTICA COM AUXÍLIO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Rubens de Sousa Bravalheri

Resumo


O lúdico e as brincadeiras desempenham um importante papel no processo educacional por trabalhar conceitos de maneira informal. Sabe-se que a interdisciplinaridade entre Educação Física e Matemática resulta em um aprendizado mais prazeroso por inserir a matemática em coisas que os alunos se interessam, como o jogo, por exemplo. O método utilizado foi uma pesquisa bibliográfica e descritiva, e as fontes pesquisadas estavam em língua portuguesa no Google Acadêmico, além de relatos de situações vivenciadas em que a interdisciplinaridade foi utilizada com alunos do Ensino Médio. O objetivo desse artigo é trazer diferentes possibilidades para um ensino da matemática através da Educação Física. Foi possível perceber que existem artigos acadêmicos que relatam experiências positivas na junção dessas duas disciplinas e através da prática docente, verificou-se que os alunos gostam e absorvem melhor os conteúdos são expostos a situações contextualizadas e conseguem efetivar o aprendizado através do lúdico e da experimentação.


Palavras-chave


Matemática; Educação Física; Jogos; Ensino Médio

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Luciana; BIANCHIN, Maysa Alahmar. O jogo como recurso de aprendizagem. Revista Psicopedagogia, v. 27, n. 83, p. 282-287, 2010.

ARAÚJO, Iracema Rezende de Oliveira. A utilização de lúdicos para auxiliar a aprendizagem e desmistificar o ensino da matemática. 2000. 137 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC / SEF, 1998.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999.

DA SILVA, Paulo Sérgio Modesto; VIANA, Meire Nunes; CARNEIRO, Stania Nágila Vasconcelos. O desenvolvimento da adolescência na teoria de Piaget. Disponível em: Acesso em 10 dez. 2018.

DE MACEDO, Lino; PETTY, Ana Lúcia Sícoli; PASSOS, Norimar Christe. Os jogos e o lúdico na aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artmed Editora, 2009.

DOS SANTOS COSTA, Manoel; ALMEIDA, Joemilia Maria Pinheiro. O Currículo de Matemática da Educação Básica sob a perspectiva da interdisciplinaridade: um “novo” olhar a partir de documentos oficiais. Pesquisa em foco, v. 22, n. 2, 2017.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 15° Ed. Campinas: Papirus editora, 1994.

FERRACIOLI, Laércio. Aspectos da construção do conhecimento e da aprendizagem na obra de Piaget. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 16, n. 2, p. 180-194, 1999.

DE GASPERI, Wlasta Nadieska Hüffner; PACHECO, Edilson Roberto. A história da matemática como instrumento para a interdisciplinaridade na educação básica. Disponível em: Acesso em 07 out. 2018.

JÓFILI, Zélia. Piaget, Vygotsky, Freire e a construção do conhecimento na escola. Educação: teorias e práticas, v. 2, n. 2, p. 191-208, 2002.

KAIMEN, Maria Julia; DI CHIARA, Ivone; CARELLI, Ana Esmeralda; CRUZ, Vilma. Normas de documentação aplicadas à área da saúde. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.

MAGALHÃES, Gildo. Introdução à metodologia científica: caminhos da ciência e tecnologia. São Paulo: Ática, 2005.

MAHONEY, Abigail Alvarenga; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. Afetividade e processo ensino-aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. Psicologia da educação, n. 20, p. 11-30, 2005.

MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de aprendizagem. São Paulo: Editora pedagógica e universitária, 1999.

MURCIA, Juan Antonio Moreno. Aprendizagem através do jogo. Porto Alegre: Artmed Editora, 2005.

NOGUEIRA, Makeliny Oliveira Gomes; LEAL, Daniela. Teorias da aprendizagem: um encontro entre os pensamentos filosófico, pedagógico e psicológico. 2° Ed. Curitiba: Intersaberes, 2015.

PAIM, Liege Maciel Ramos. Contribuição do jogo de xadrez na aprendizagem de matemática nas séries iniciais. 2010. 35f. Trabalho de Conclusão de Curso (Pedagogia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

PEREIRA, Claudiney André Leite. Educação física e matemática: uma proposta de interdisciplinaridade. Rei, Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai, v. 7, n. 15, p. 13, 2012.

PELIZZARI, Adriana; KRIEGL, Maria de Lurdes; BARON, Márcia Pirih; FINCK, Nelcy Teresinha Lubi; DOROCINSKI, Solange Inês. Teoria da aprendizagem significativa segundo Ausubel. Revista PEC, v. 2, n. 1, p. 37-42, 2002.

SANTOS, Carla Madalena; CORNÉLIO, Wellington Félix; KATO, Danilo Seithi; OVIGLI, Daniel Bovolenta. Capoeira e Matemática: diálogo possível por meio da perspectiva etnomatemática. Acta Scientiae, v. 19, n. 5, 2017.

SILVA THIESEN, Juares da. A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem. Revista brasileira de educação, v. 13, n. 39, 2008.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem, v. 10, p. 103-117, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/tefe.v6i1.2729

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-5916

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.