A MÃE-PROFESSORA E A FILHA-ALUNA - REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO INFANTIL EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL

Simone de Abreu Duarte Kluser de Jesus

Resumo


Nesses dias em que, por consequência da pandemia da Covid-19, o isolamento social se tornou parte de nossas vidas, alterando a rotina das famílias e trazendo incertezas sobre diversas áreas, inclusive a Educação, este ensaio versa sobre espaços e tempos de aprendizagens de uma criança. A narrativa de experiências vivenciadas pela filha-aluna
e a mãe-professora demonstram a possibilidade de se aprender em casa, através do diálogo, da descoberta, da brincadeira livre, do faz-de-conta, das histórias e cantigas. É possível construir conhecimento ajudando nos afazeres, na própria dinâmica e rotinas da casa. Também aprender a lidar com as novas emoções, medos e anseios desse momento histórico, do qual somos parte. Em um doce encontro entre a teoria e a prática; entre a mãe e a professora, a filha aluna segue sendo protagonista; se
desenvolvendo e aprendendo; sem aulas remotas, mas com a ajuda da brincadeira simbólica, da Zona de Desenvolvimento Proximal e do diálogo acolhedor.


Palavras-chave


infância; educação infantil; práticas pedagógicas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.