O OLHAR QUE TRAZ O NOVO: O DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS

Alessander Dornelis, Gabriela Scramingnon, Mariane Diaz

Resumo


Este texto tem como objetivo discutir o diálogo com as crianças como possibilidade de reflexão da prática pedagógica na Educação Infantil. Neste sentido, apoia-se na compreensão de que é possível aprendermos com as crianças, repensarmos a escola a partir das questões e indagações trazidas por elas. O texto aborda a concepção de infância fundamentada na obra do filósofo Walter Benjamin (1994; 1995) que, ao formular teses sobre o conceito de história e tecer uma crítica à ideologia do progresso, convida a pensar categorias temporais tendo o desvio da infância como origem de uma nova ordem. A capacidade da criança de enxergar o que o adulto não vê e sua incapacidade de entender certas palavras, de manusear objetos dando-lhes usos e significações ainda não fixados pela cultura faz lembrar que tanto os objetos, quanto as palavras estão no mundo para serem constantemente ressignificados por nossas ações. A construção de um saber que se situa no limiar entre o que já se sabe, memorialisticamente, dessa experiência de infância e o que não se sabe das experiências dos outros que habitam essa categoria hoje, é o que de mais convidativo há no pensamento de Benjamin acerca da infância. No diálogo com as crianças, o olhar delas é um convite para outros olhares para a infância; para as relações estabelecidas entre elas e os professores; para nossa responsabilidade na vida. Como apontamentos do texto, as análises indicam que as crianças não reproduzem diretamente o mundo dos adultos, mas são capazes de estabelecer uma nova relação com o que o mundo lhes apresenta. Quanto à escola, convidam professores a pensarem novas perspectivas de trabalho, considerando o imprevisto e o espontâneo apresentados por elas, mostrando como o cotidiano escolar, como algo ponderado e planejado diretamente pelos adultos, pode ser diferente, a partir das contribuições e do reconhecimento da competência infantil nessa participação.


Palavras-chave


Criança; Professores; Diálogo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.