Games Educativos e as Turmas de Correção de Fluxo

Daniel Santos Alves da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho é apresentar um relato da participação da turma 7702 do projeto de correção de fluxo Nenhum Jovem a Menos (NJM) da Escola Municipal Visconde do Rio Branco, 9ª Coordenadoria Regional de Educação (9ª CRE), Campo Grande, Rio de Janeiro na oficina FazGame de desenvolvimento de jogos educativos no ano de 2013.

Palavras-chave


Games, aprendizagem, correção de fluxo.

Texto completo:

PDF

Referências


BOMENY, H. (2015) Um Novo Olhar Para O Antigo Primário. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/web/sme/exibeconteudo?id=5192270. Acessado em 01/11/2016.

MELO, M. T. L. de. O chão da escola Construção e afirmação da identidade. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 3, n. 5, p. 391-397, jul./dez. 2009.

JOAQUIM, B. dos S. O empoderamento freireano a partir da inclusão digital na Educação de Jovens e Adultos. EJA EM DEBATE, Florianópolis, ano 4, n. 6, dez. 2015.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas: Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1993.

FINO, N. C. VIGOTSKY e a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP): três implicações pedagógicas. Revista Portuguesa de Educação, vol 14, no 2, pp. 273-291.

Núcleo de Tecnologia Municipal. Making OFF com o passo-a-passo de cada encontro da oficina FAZGAME produzido pelos alunos e pela equipe do NTM. Vídeo 1. Disponível em: Acessado em: 03/11/2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2526-9070