O Grupo de Estudos Avançados em Física (GEAF) – Progressos e Desafios

Otoniel do Amaral

Resumo


Este artigo visa divulgar o projeto realizado no Colégio Pedro II – Campus Realengo II – onde os alunos com aptidão em ciências exatas têm a oportunidade de estudar assuntos avançados como o álgebra vetorial e cálculo diferencial e integral com algumas de suas aplicações na física. Tal antecipação no aprendizado desses conteúdos atenua o impacto e as dificuldades que os alunos podem vir a ter no curso universitário quando maioria dos alunos apresentam baixo rendimento nesse curso.

Palavras-chave


Dificuldade; Universidade; Ensino Médio; Cálculo e Física.

Texto completo:

PDF

Referências


[1] http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/jornal-da-eptv2edicao. (Acessado em 28/10/16)

[2] http://www.cienciamao.usp.br/dados/snef. (Acessado em 28/10/16)

[3] Beer, Ferdinand Pierre e Johnston, E. Russel, Mecânica Vetorial para Engenheiros, vol. I, Estática, 3ª ed., São Paulo, McGraw-Hill do Brasil, 1980, p. 159, e. 4.62.

[4] Sears e Zemansky, (Freedman e Young), Física I, Mecânica, 12ª ed., São Paulo, Person Addison Wesley, 2008, p. 60, e. 2.15.

[5] Nussenzveig, Herch Moisés, Física Básica, vol. I, Mecânica, 2ª ed., São Paulo, Ed. Edgard Blucher Ltda, 1981, p. 406.

[6] Sears e Zemansky, (Freedman e Young), Física III, Eletromagnetismo, 10ª ed., São Paulo, Person Addison Wesley, 2004, p. 19.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2594-5599 

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.