ESCOLA INCLUSIVA: entre o ideal (necessário) e o real (possível).

Martha Couto Neves

Resumo


O texto apresenta algumas reflexões sobre as intenções e as condições para a inclusão escolar de alunos com deficiência intelectual em turmas do chamado ensino regular brasileiro no segundo segmento do Ensino Fundamental. Partindo de análises e pesquisas relacionadas ao tema, identifica as questões que emergem dos debates acadêmicos e das práticas docentes e que se colocam como desafios a serem enfrentados pelos agentes envolvidos com a Educação no país.

 


Palavras-chave


educação; inclusão; deficiência intelectual; professores; escolas.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, M. W.; ENUMO, S. R. F. Inclusão escolar e deficiência mental: análise da interação social entre companheiros. Estudos de Psicologia, 9(1), p. 101-111, 2004.

BOTEGA, L. da R. A Conferência de Jomtien e a Educação para Todos. Revista Educação On-line, set.-2005. Disponível em . Acesso em: 30/08/2012.

BRAUN, P.; VIANNA, M. M. Atendimento Educacional Especializado, Sala de Recursos Multifuncional e Plano de Ensino Individualizado: desdobramentos de um fazer pedagógico. In: PLETSCH, M. D.; DAMASCENO, A. (org.). Educação especial e inclusão escolar. RJ: Ed. UFFRJ, 2011.

BUENO, J. G. S. Crianças com necessidades educativas especiais, política educacional e a formação de professores: generalistas ou especialista? Revista Educação On-line, jan.-2001. Disponível em . Acesso em: 03/09/2012.

CAPELLINI, V. L. M. F.; MENDES, E. G. O ensino colaborativo favorecendo o desenvolvimento profissional para a inclusão escolar. Revista de Educação Educere et Educare, vol. 2, n. 4, p. 113-128, jul./dez. 2007.

CARVALHO, R. E. A nova LDB e a educação especial. Rio de Janeiro: WVA, 2007.

CARVALHO, R. E. Educação inclusiva com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2011.

DUARTE, J. de S.; MUNHÓZ, M. A. A escolarização de alunos com deficiência mental incluídos nas séries finais do ensino fundamental: um estudo das expectativas das famílias. In. Revista Educação Especial, Santa Maria, n. 32, p. 225-236, 2008.

FERNANDES, E. M. et al. Acessibilidade ao currículo: pré-requisito para o processo ensino-aprendizagem de alunos com necessidades educacionais especiais no ensino regular. In: GLAT, R. (Org.). Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7Letras, 2009, p. 53-61.

GLAT, R. & BLANCO, L. de M. V. Educação Especial no contexto de uma Educação Inclusiva. In: GLAT, R. (Org.). Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7Letras, 2009, p. 15-35.

GLAT, R. & NOGUEIRA, M. L. de L. Políticas Educacionais e a formação de professores para a Educação Inclusiva no Brasil. Artigo publicado em 2003. Disponível em . Acesso em: 19/07/2012.

MANTOAN, M. T. E. Educação escolar de deficientes mentais: Problemas para a pesquisa e o desenvolvimento. Caderno CEDES, vol. 19, n. 46, Campinas, p. 93-107, set. 1998.

MAZZOTTA, M. J. da S. Reflexões sobre inclusão com responsabilidade. Revista @mbienteeducação, São Paulo, vol. 1, n. 2, p.165-168, ago./dez. 2008.

OBELAR, F. A importância da mediação no contexto de uma escola inclusiva. In: NUNES, L. et al. (prgs). Comunicar é preciso. Marília: ABPEE, 2011, p. 71-79.

OLIVEIRA, E. de; MACHADO, K. da S. Adaptações curriculares: caminho para uma educação inclusiva. In: GLAT, R. (Org.). Educação inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7Letras, 2009, p. 36-52.

OMOTE, S. A formação do professor de educação especial na perspectiva da inclusão. In: BARBOSA, R. L. L. (org.). Formação de educadores: desafios e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP, 2003, p. 153-169.

TUNES, E. et al. Identificando concepções relacionadas à prática com o deficiente mental. Revista Brasileira de Educação Especial. vol. 2, n. 4, p. 7-18, 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.