Charges e ensino de espanhol: uma abordagem a partir da perspectiva dos gêneros discursivos

Andreia Araujo de Carvalho

Resumo


O presente artigo problematiza a construção de imagens discursivas de “político” e de “eleitor” presentes em charges retiradas dos jornais online Clarín e República. Desse modo, analisamos a configuração do discurso instaurado por meio do gênero, enfatizando como determinados papéis sociais são apresentados em cada charge. Para tanto, utilizamos, como base teórica principal, os estudos de Bakhtin (2003, 2006) e de Maingueneau (2008, 2013). De acordo com o propósito de promover uma reflexão sobre a relevância da relação entre linguagem e sociedade no âmbito do ensino de espanhol, enfatizamos, no percurso aqui proposto, a construção social do gênero. Nessa perspectiva, destacamos como determinados sentidos são produzidos por meio da interação entre linguagem verbal e não verbal em cada charge selecionada. As análises apontam para a construção de imagens de “político” e de “eleitor”, a partir do diálogo com discursos circulantes em diversos espaços sociais. Nas considerações finais do estudo, refletimos sobre a utilização do gênero charge no ensino de espanhol como forma de contribuir para o reconhecimento dos vários sentidos instaurados em comunidade, como também para a constituição de uma formação a partir da diferença.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2595-4792