ANÁLISE DE OBRAS LITERÁRIAS MAIS REQUISITADAS POR CRIANÇAS EM PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Eliana Guimarães Almeida, Isadora Cristina Silva Ribeiro

Resumo


Dentro do campo das possibilidades de investigações em torno da literatura infantil no Brasil, a análise de obras com maior e melhor recepção pelas crianças traz uma série de elementos capazes de promover reflexões acerca das preferências pelo público-alvo, que podem contribuir para pensar as mediações possíveis no contexto da Educação Básica. Desse modo, este artigo tem como objeto a análise de obras literárias mais requisitadas por crianças matriculadas no terceiro ano do Ensino Fundamental do Centro Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais (CP-UFMG). Para isso a metodologia adotada é a pesquisa documental, tendo as seguintes etapas de desenvolvimento: em um primeiro movimento a partir de uma lista gerada pelo sistema de bibliotecas, foi feito o levantamento de todas as obras que foram emprestadas ao longo de um ano letivo pelas duas turmas, identificando cada empréstimo individualmente. Em um segundo momento, foi feita a análise das obras mais requisitadas por uma das turmas. Os resultados obtidos até o momento apontam para uma preferência por obras com projetos gráfico-editoriais semelhantes com destaque para cores vibrantes e com recorrência da temática de trocadilhos, adivinhas e anedotas. As análises permitem identificar conexão entre a fase de consolidação da alfabetização e a intensa exposição às habilidades de consciência fonológica com escolhas literárias que privilegiam o aspecto lúdico da língua e a possibilidade da interação nos livros. A pesquisa também traz alguns apontamentos importantes em relação à seleção e adequação ao público-alvo em determinadas partes da coleção analisada.


Palavras-chave


Literatura infantil; Alfabetização; Leitura literária.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith. O método nas ciências sociais. In: ALVES -MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

CADEMARTORI, L. O professor e a literatura: para pequenos, médios e grandes. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: CÂNDIDO, Antonio. Vários escritos. São Paulo: Duas cidades, 1995.

COMPAGNON, Antoine. Literatura para quê? Trad. Laura Taddei Brandini. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

COSSON, Rildo. Literatura infantil em uma sociedade pós-literária: a dupla morfologia de um sistema cultural em movimento. In: Pro-posições. Dossiê “Literatura, infância e espaços escolares”. V. 27, N. 2 (80) | maio/ago. 2016.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2. Ed. 4ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2014.

COSSON, Rildo; PAIVA, Aparecida. O PNBE, a literatura e o endereçamento escolar. In: Remate de Males. 34.2. Campinas-SP, (34.2): pp. 477-499, Jul./Dez. 2014.

GROSSI, Maria Elisa de Araújo; MACHADO, Maria Zélia Versiani. O poder sedutor das capas nas escolhas literárias das crianças. In:

PINHEIRO, Marta Passos; TOLENTINO, Jéssica M. Andrade (org.). Literatura infantil e juvenil: campo, materialidade e produção. Belo Horizonte, MG: Moinhos; Contafios, 2019.

LAJOLO, Marisa. O que é literatura. São Paulo: Brasiliense, 1995.

PAIVA, Jane; BERENBLUM, Andréa. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) - uma avaliação diagnóstica. In: Pro-Posições vol.20 no.1 Campinas Jan./Apr. 2009.

PEREIRA, Maria Antonieta. Jogos de linguagem, redes de sentido: leituras literárias. In: PAIVA, Aparecida. et.al. (org.). Literatura – saberes em movimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

PETIT, Michèle. A arte de ler ou como resistir à adversidade. Trad. Arthur Bueno e Camila Boldrini. São Paulo: Editora 34, 2009.

PINHEIRO, Marta Passos; TOLENTINO, Jéssica M. Andrade (org.). Literatura infantil e juvenil: campo, materialidade e produção. Belo Horizonte, MG: Moinhos; Contafios, 2019.

ROCHA, Ruth. O que é, o que é?: volume 1. Ilustrações de Maira Chiodi. 2. Ed. São Paulo: Salamandra, 2015.

ROCHA, Ruth. O que é, o que é?: volume 2. Ilustrações de Raul Fernandes. 2. Ed. São Paulo: Salamandra, 2015.

ROCHA, Ruth. O que é, o que é?: volume 3. Ilustrações de André da Loba. 2. Ed. São Paulo: Salamandra, 2015.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Biblioteca escolar: da gênese à gestão. In: ZILBERMAN, Regina; RÖSING, Tânia M. K. (org.). Escola e leitura: velha crise, novas alternativas. São Paulo: Global, 2009.

SOARES, Magda. A escolarização da literatura infantil e juvenil. In: EVANGELISTA, Aracy Alves Martins; et. al. Org.). A escolarização da leitura literária: o jogo do livro infantil e juvenil. 2. ed. 2. reimpr. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

SOARES, Magda. Leitura e democracia cultural. In: SANTOS, Maria Aparecida Paiva dos Santos. et al. (org.). Democratizando a leitura. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2004.

ZILBERMAN, Regina. Sim, a literatura educa. In: ZILBERMAN, Regina; SILVA, Ezequiel Theodoro da. Literatura e Pedagogia: ponto e contraponto. São Paulo: Global; Campinas,SP: ALB-Associação de Leitura do Brasil, 2008.

ZILBERMAN, Regina; SILVA, Ezequiel Theodoro da. Literatura e Pedagogia: ponto e contraponto. São Paulo: Global; Campinas,SP: ALB-Associação de Leitura do Brasil, 2008.

ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. São Paulo: Global, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v6i3.3136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.