RECURSOS E MATERIAIS DIDÁTICOS VOLTADOS PARA A EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO

Ingrid Machado Silveira, Felippe Moreira Faêda, Patrícia Ferreira Santos Guanãbens

Resumo


A resolução CNE/CEB nº 2/2001 oportunizou o acesso às escolas regulares para pessoas com deficiência, mas a promoção de uma educação de qualidade para todos ainda é um grande desafio para a educação brasileira, mesmo após quase 20 anos desta resolução. Considerando as adversidades que são enfrentadas no cotidiano das escolas na busca pela educação inclusiva, este trabalho tem como objetivo identificar os recursos e materiais didáticos utilizados pelos docentes do ensino médio integrado em um campus do IFMG, no processo de ensino-aprendizagem de alunos que possuem deficiência visual. Para isso, foi adotada a técnica de análise de dados descritiva, que visa confrontar os resultados obtidos por um questionário aplicado aos docentes e por uma entrevista semiestruturada com um aluno que possui deficiência visual. Ao final deste trabalho, foi possível observar a eficiência de alguns recursos e materiais didáticos utilizados pelos docentes e que podem ser utilizados por outros professores do ensino médio. Constatou-se também a importância da adequação dos recursos e materiais didáticos às necessidades educacionais específicas dos alunos com deficiência visual, o que permite ultrapassar diversas barreiras no processo de aprendizagem do estudante, e ainda a importância das ações desenvolvidas pelo setor pedagógico para auxiliar no processo efetivo de inclusão escolar deste aluno.


Palavras-chave


Recursos didáticos; Materiais didáticos; Ensino-aprendizagem; Deficiência visual; Educação inclusiva.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Maria Dolores Fortes; PEREIRA, Guilherme Vasconcelos; VIANA, Maria Aparecida Pereira. Tecnologia assistiva na perspectiva de educação inclusiva: o ciberespaço como lócus de autonomia e autoria. Laplage em revista, v. 3, n. 2, p. 159-169, 2017.

ARANHA, Maria Salete Fábio (Org.). Saberes e práticas da inclusão: estratégias para a educação de alunos com necessidades educacionais especiais. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Especial, 2003. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/serie4.pdf. Acesso em: 01 jul. 2020.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 12 abr. 2020.

_________. Resolução CNE/CEB nº 02/2001, de 11 de setembro de 2001. Institui diretrizes nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, DF: Conselho Nacional de Educação, [2001]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso em: 14 abr. 2020.

_________. MEC/Secretaria de Educação Especial. Sala de recursos multifuncionais: espaço para atendimento educacional especializado. Brasília, DF: MEC SEESP, [2006]. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me002991.pdf. Acesso em: 21 set. 2021.

BERSCH, Rita. Introdução à tecnologia assistiva. Porto Alegre: CEDI, 2017. Disponível em: https://www.assistiva.com.br/Introducao_Tecnologia_Assistiva.pdf. Acesso em: 20 jul. 2020.

BEZERRA, Francisco Ivanildo Alves et al. A inclusão escolar de alunos com deficiência visual: algumas considerações a partir da educação química. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 3., 2016, Natal. Anais... Natal: CONEDU, 2016.

BORGES, Tamires Coimbra Bastos. Deficiência visual: dificuldades e estratégias do professor no processo de inclusão escolar no ensino médio. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.

BORGES, Tamires Coimbra Bastos; SILVA, Silvana Maria Moura da; CARVALHO, Mariza Borges Wall Barbosa de. Inclusão Escolar e Deficiência Visual: dificuldades e estratégias do professor no ensino médio. Educação e Emancipação, v. 11, n. 2, p. 264-287, 2018.

BRENDLER, Clariana Fischer et al. Recursos didáticos táteis para auxiliar a aprendizagem de deficientes visuais. Educação gráfica, v. 18, n. 3, p. 141-157, 2014.

COSTA, Luciano Gonsalves; NEVES, Marcos Cesar Danhoni; BARONE, Dante Augusto Couto. O ensino de Física para deficientes visuais a partir de uma perspectiva fenomenológica. Ciência & Educação, v. 12, n. 2, p. 143-153, 2006. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132006000200003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 21 jul. 2020.

FREITAS, Wesley Ricardo de Souza; JABBOUR, Charbel José Chiappetta. O estudo de caso(s) como estratégia de pesquisa qualitativa: fundamentos, roteiro de aplicação e pressupostos de excelência. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 30., 2010, São Carlos, Anais... Rio de Janeiro, Associação Brasileira de Engenharia de Produção, 2010. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_tn_sto_122_790_15342.pdf. Acesso em: 12 ago. 2021.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GLAT, Rosana; PLETSCH, Márcia Denise; FONTES, Rejane de Souza. Educação inclusiva & educação especial: propostas que se complementam no contexto da escola aberta à diversidade. Educação, v. 32, n. 2, p. 343-355, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/678/487. Acesso em: 10/07/2020.

INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar 2019. 2019. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 15 abr. 2020.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS. Conselho Superior. Resolução nº 22 de 03 de novembro de 2016. Dispõe sobre regulamentação, funcionamento e atribuições dos Núcleos de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas – NAPNEE. Belo Horizonte, MG: Conselho Superior, [2016]. Disponível em: https://www.ifmg.edu.br/portal/sobre-o-ifmg/conselho-superior/resolucoes/2016/resolucao-022-2016-regulamento-do-napnee-final.docx/view. Acesso em: 12 ago. 2021.

KLEINA, Claudio. Tecnologia assistiva em educação especial e educação inclusiva. Curitiba: InterSaberes, 2012.

MACIEL, Adeilton Pereira; BATISTA FILHO, Antônio; PRAZERES, Gilza Maria Piedade. Equipamentos alternativos para o ensino de Química para alunos com deficiência visual. Docência do Ensino Superior, v. 6, n. 2, p. 153-176, 2016.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. A educação especial no Brasil: da exclusão à inclusão escolar. São Paulo: Universidade Estadual de Campinas, 2002. Disponível em: http://www.lite.fe.unicamp.br/cursos/nt/ta1.3.htm. Acesso em: 15 abr. 2020.

OLIVEIRA, Núbia Luiz de Paula; NASCIMENTO, Dandara Lorrayne do. Inclusão de alunos com necessidades especiais no ensino regular: reflexão. P@rtes, 2019. Disponível em: https://www.partes.com.br/2019/12/17/inclusao-de-alunos-com-necessidades-especiais-no-ensino-regular-reflexao/. Acesso em: 15 jun. 2020.

PAULINO, Ana Laura de Souza; VAZ, José Murilo Calixto; BAZON, Fernanda V. Mafra. Materiais adaptados para ensino de biologia como recursos de inclusão de alunos com deficiência visual. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL, 7., 2011, Londrina. Anais... Bauru, Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial, 2011. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/pages/arquivos/anais/2011/processo_inclusivo/063-2011.pdf. Acesso em: 22 jun. 2020.

REIS, Edna Afonso; REIS, Ilka Afonso. Análise descritiva de dados. Relatório Técnico do Departamento de Estatística da UFMG, v. 1, 2002. Disponível em: http://www.est.ufmg.br/portal/arquivos/rts/rte0202.pdf. Acesso em: 21 set. 2021.

RIOS, Bruna Dias; DIAS, Leidiane; ROSSI, Cláudia Maria Soares Rossi. O ensino de Ciências e Biologia para alunos surdos: perspectivas, desafios e possibilidades. P@rtes, 2019. Disponível em: https://www.partes.com.br/2019/12/19/o-ensino-de-ciencias-e-biologia-para-alunos-surdos-perspectivas-desafios-e-possibilidades/. Acesso em: 15 jun. 2020.

RODRIGUES, Jorge de Menezes; SALES, Elielson Ribeiro. Os desafios no ensino de matemática para uma aluna com deficiência visual em uma escola inclusiva. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, v. 8, n. 1, p. 140-152, 2020. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/9722. Acesso em: 01 ago. 2020.

SANTOS, Camila Reis dos; MANGA, Vanessa Pita Barreira Burgos. Deficiência visual e ensino de biologia: pressupostos inclusivos. FACEVV, n. 3, p. 13-22, 2009.

SILVA, Guilherme Oliveira Andrade da; ROSA, Patricia Ignacio da; CRAPEZ, Mirian Araujo Carlos. Desenvolvimento de material didático especializado de biologia para alunos deficientes visuais com foco no ensino médio. Revista de Ensino de Biologia - SBEnBio, v. 10, n. 1, p. 6-21, 2017. Disponível em: http://sbenbio.journals.com.br/index.php/sbenbio/article/view/12. Acesso em: 01 ago. 2020.

STELLA, Larissa Ferreira; MASSABNI, Vânia Galindo. Ensino de Ciências Biológicas: materiais didáticos para alunos com necessidades educativas especiais. Ciência & Educação, v. 25, n. 2, p. 353-374, 2019. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132019000200353&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 22 jul. 2020.

YIN. Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed., Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v7i1.2781

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.