O PENSAMENTO ALGÉBRICO NO ENSINO DE FRAÇÕES

Simone Silva Nunes, Greice da Silva Lorenzzetti Andreis

Resumo


Nesta pesquisa, buscou-se verificar a que nível o pensamento algébrico é abordado no 6º ano do Ensino Fundamental, com o conteúdo de frações, e propor uma sequência de atividades envolvendo este assunto. Para tanto, fez-se uma análise de livros didáticos que abordam o tema e elaborou-se uma sequência didática para explorar o conteúdo de frações, introduzindo o pensamento algébrico. A proposta foi aplicada com uma turma de 6º ano do Ensino Fundamental da Rede Estadual de Educação do Estado do Rio Grande do Sul, procurando levantar reflexões acerca das características apresentadas pelos alunos em suas produções, indagações e atitudes. Foram aplicados um Pré-teste, uma sequência de atividades envolvendo o pensamento algébrico e um Pós-teste. Ao final, fez-se a análise dos resultados obtidos com tais atividades. Obteve-se como resultado, um aumento de 5% no desempenho dos alunos, comparando seu desempenho no Pré-teste e no Pós-teste. Conclui-se, assim como trazem as literaturas estudadas, que o desenvolvimento do pensamento algébrico deve iniciar o mais cedo possível, proporcionando ao aluno uma maior facilidade no entendimento de conceitos matemáticos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v4i2.2762

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.