Propostas Curriculares Oficiais do estado de São Paulo

Cassiana Tiemi Tedesco Takagi

Resumo


As propostas oficiais analisadas neste artigo foram elaboradas pelo poder público estadual de São Paulo. Tais documentos foram formulados com o propósito de fornecer uma diretriz para a escola básica, a idéia seria regrar aquilo que é ensinado em cada fase dos ciclos, para que se evitem repetições e definam-se os conteúdos prioritários. A homogeneização ofereceria segurança para a mobilidade dos educandos, pois sabe-se que eles se deslocam algumas vezes ao longo de seu processo educacional, podendo mudar de bairro, cidade, estado. Se houvesse um currículo padrão, poder- se- ia assegurar que o aluno que se desloca continuaria seus estudos sem repetições ou omissões.
Nesse artigo analisamos as propostas oficiais de Sociologia: a Proposta de Conteúdo Programático para Disciplina Sociologia, elaborada em 1986 e a Proposta curricular para o ensino de Sociologia de 2º grau, elaborada em 1992. As propostas de 1986 e 1992 apresentam uma linha de trabalho semelhante, pois ambas expõem unidades temáticas integradas, subdividas em conteúdos a serem abarcados ao longo de um curso.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/rps.v0i3.422

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com