Juventude, trabalho e sonhos: perspectivas de uma escola pública na pandemia

Andréia dos Santos, Emilly Vitória Ribeiro Barbosa, Lavínia Bárbara do Couto Pereira

Resumo


Este artigo é uma análise exploratória que visou entender a relação dos jovens estudantes diante do Regime Especial de Atividades Não Presenciais (REANP), em uma escola da rede pública de Minas Gerais. Tal modalidade de estudo vem sendo proposta em função da pandemia de Covid-19 causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Buscou-se compreender as dificuldades de aprendizagem, a relação entre escola e trabalho, bem como as perspectivas dos alunos para os projetos de vida após a conclusão do Ensino Médio. Para isso, realizou-se uma pesquisa por meio de questionário semiestruturado, disponibilizado via Google Forms e distribuído via Whatsapp para os alunos do Ensino Médio inseridos em uma escola pública de Contagem. Parte das discussões teóricas do trabalho se constituíram por meio das leituras propostas dentro do Programa Residência Pedagógica de Sociologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, que permitiram uma reflexão sobre as desigualdades da educação pública brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/rps.v0i28.3556

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com