OS SAMBAS-ENREDO DA MANGUEIRA E DA VILA ISABEL 2019 COMO RECURSO PEDAGÓGICO NAS AULAS DE SOCIOLOGIA DO ENSINO MÉDIO

Ana Beatriz Maia Neves, Luiz Guilherme Oliveira Santos

Resumo


O trabalho apresenta uma proposta de uso dos sambas enredo História para Ninar Gente Grande e Em Nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila Canta a Cidade de Pedro, apresentados respectivamente nos desfiles da Estação Primeira de Mangueira e da Unidos de Vila Isabel no carnaval 2019 do Rio de Janeiro, como recurso pedagógico nas aulas introdutórias de Sociologia com o objetivo de refletir sobre a produção do conhecimento, identificando que há diferentes perspectivas e discursos sobre uma mesma realidade social. Fundamentamos a atividade em leituras realizadas durante nossa formação dentro do campo Ensino de Sociologia e respectivas experiências no magistério. Com a realização de tal atividade, pretendíamos, dentre outras coisas, contribuir para a problematização de projetos ligados ao “Programa Escola Sem Partido”, que visam coibir uma suposta doutrinação política em sala de aula, pois, ao analisar comparativamente os dois sambas mencionados, procuramos mostrar que nada que é próprio do ser humano é isento de valor: nem a arte, o carnaval, a ciência, a escola ou a história que “história oficial” conta.

Palavras-chave:Ensino de Sociologia, Escola Sem Partido, recursos pedagógicos.

 

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/rps.v0i23.2124

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com