FRIGOTTO, Gaudêncio (org). ESCOLA “SEM” PARTIDO: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: UERJ, LPP, 2017. 144 p.

Marília Márcia Cunha da Silva

Resumo


RESUMO: Atualmente, a educação pública brasileira enfrenta ataques de grupos conservadores preocupados com a expansão das críticas aos sistemas econômicos e políticos e à manutenção dos privilégios ligados às elites históricas. O movimento “Escola sem Partido” se insere neste contexto e incentiva a desconfiança, a fiscalização e as denúncias dos responsáveis e estudantes contra educadores que tratarem de temas relacionados à política nacional, à diversidade étnica e à diversidade sexual. O livro Escola “Sem” Partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira foi organizado pelo professor Gaudêncio Frigotto e reúne, com este, dezenove pesquisadores que desdobram, em nove capítulos, diferentes aspectos do citado movimento mostrando as suas ligações a determinados interesses políticos e financeiros. O livro é instigante e provocativo, fundamental para todos os educadores interessados em discutir e refletir sobre a instituição escolar e o papel da educação na sociedade contemporânea, especialmente em face ao recrudescimento da intolerância e da violência contra aqueles que apresentam argumentos contra-hegemônicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/rps.v1i21.1742

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com