A EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: CONSTRUINDO SENSIBILIDADES E DESENVOLVENDO AUTONOMIA E SOLIDARIEDADE

Silzane Carneiro

Resumo


Recentemente muito se falou sobre os Direitos Humanos a partir de um recurso do movimento Escola Sem Partido para que a redação do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio não fosse zerada, por não seguir os direitos humanos alegando que eles representariam uma visão ideológica”. A decisão do judiciário deu ganho de causa ao movimento. Tal situação gerou grande debate não apenas sobre este movimento e a sua concepção de educação, mas fundamentalmente sobre a história dos Direitos Humanos. De fato, é surpreendente, até mesmo impensável que no mundo contemporâneo alguém ou alguma instituição acione o Judiciário para reivindicar o “direito” a um discurso contra os direitos humanos em uma competição nacional para ingressar na Universidade. Neste artigo, pretendo trazer uma reflexão sobre a importância da Educação em Direitos Humanos para a compreensão e interpretação da realidade em cenários de extrema violência e exclusão social.


Palavras chave: Educação, Direitos Humanos, Violência.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/rps.v0i20.1474

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Perspectiva Sociológica: A Revista de Professores de Sociologia

ISSN 1983-0076

Departamento de Sociologia - Colégio Pedro II

URL da Homepage: http://www.cp2.g12.br

E-mail: perspectivasociologicacp2@gmail.com